Flavia Angelini...

Meu Mundo...  Meu Ser...

Textos


Para Ela...
 
Um amor que corre nas veias como música suave
Clandestino - em tons ora intensos ora brisa de verão
Vermelho carmim sem trégua para a respiração
Fatigado como um rio em caminhos sinuosos...
 
Este Amor... São meus sonhos de estrada
Um pôr do sol – intenso - a iluminar as curvas
A clamar por suas mãos para guiar o destino
E poder ninar teu corpo com a lua – nu!
 
Não sei como fazer - se viver ou calar
Confesso... Apenas sei das emoções – rubras
Como singelo anseio dormente no peito
Que fascinado me estrangula e aquece...
 
Por quantas luas ainda – calada - te buscarei
e amarei em segredos insanos? Não sei dizer...
Deixarei para a brisa da noite se encarregar
Dos acordes, que me levaste a sonhar por você!
Flávia Angelini
Enviado por Flávia Angelini em 29/03/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras