Flavia Angelini...

Meu Mundo...  Meu Ser...

Textos



Se um dia…
As labaredas frias
Envolvessem a doçura
Em perfeita alquimia
Entre as pedras cruas
Veria a carne nua…
 
Onde não alcanço
Pelas feras ondas 
Que rasgam o vento
Em desejos maciços
Entre dunas e mar
Os beijos da madrugada…
 
Se um dia…
O farol iluminasse
O corpo de luz da maré
E fruísse o marco eterno
Pelas tempestades quentes
Volvendo em areias ardentes…
 
Ao toque do clarim
A latejante água
Em arroubos febris
Diminuiria a distância
Onde toca o instinto
E vive a lembrança…
 
Se um dia…
Eternamente errante
Como bússola pulsante 
Lânguida na areia
Entre o céu e a água
Permaneceria amante!



Flávia Angelini
Enviado por Flávia Angelini em 04/11/2011
Alterado em 14/03/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras